A maior parte da energia elétrica produzida no Brasil tem origem nas usinas hidrelétricas, cujo setor emprega mais de 2,1 milhões de pessoas no mundo todo, segundo dados da Agência Internacional de Energia Renovável (IRENA). Em 2018, 77% da energia consumida por aqui foi originada nas hidrelétricas.

E as micro hidrelétricas contribuem com uma fatia importante da capacidade produtiva do país. Chamadas de Pequenas Centrais Hidrelétricas, as PCHs são usinas de pequeno porte, que devem ter geração superior a 5 megawatts e menor ou igual a 30 megawatts, e reservatório com tamanho máximo de 13 km², excluindo-se a calha do leito regular do rio. 

Em crescimento no Brasil, a instalação de Pequenas Centrais Hidrelétricas gera empregos em toda a cadeia de produção, desde o projeto e planejamento, pesquisa e fabricação de equipamentos, realização de obras de instalação e na manutenção do funcionamento das PCHs. 

O modelo apresenta diversas vantagens, como um custo menor de instalação, menor impacto ambiental para o seu entorno e a possibilidade de descentralização da geração de energia, que antes acontecia somente nas grandes Usinas Hidrelétricas de Energia.

 

1.966 Responses

Deixe um comentário