A classificação dos recursos naturais é estabelecida em relação à disponibilidade no meio ambiente, sendo os renováveis e os não renováveis. Os recursos naturais não renováveis são todos os elementos que não podem ser reutilizados, ou seja, não podem ser renovados ou regenerados. Esses recursos estão presentes na natureza em quantidade limitada e conforme o consumo acelerado, eles podem se extinguir. 

Os recursos não renováveis estão subdivididos em duas classes, a dos minerais não energéticos, elementos que podem se renovar, mas levam muito tempo para que fiquem disponíveis novamente, como o fósforo e o cálcio. E os minerais energéticos, estes são efetivamente não renováveis, uma vez que se utilizados ficam indisponíveis, como o petróleo, carvão e o gás natural. 

Estes recursos minerais são amplamente explorados como fonte de energia, considerados importantes economicamente e geradores de riquezas para os países exploradores. Mas, apesar disso, apresentam problemas de ordem ambiental, pois o processo utilizado para que haja a conversão de energia é a combustão, que libera poluentes na natureza. 

Por essa razão, é importante que a sociedade tenha consciência de que é preciso usar os recursos naturais de forma racional, tanto para a preservação do meio ambiente, quanto para que as futuras gerações consigam usufruir de tais recursos. 

1.791 Responses

Deixe um comentário