Os Sistemas Híbridos de Energia são soluções que geram eletricidade a partir de duas ou mais fontes, geralmente de origem renovável, compartilhando um mesmo ponto de conexão. Uma instalação de geração híbrida pode usar, por exemplo, a energia fotovoltaica durante o dia e a eólica em períodos sem sol, garantindo assim, um fornecimento mais estável e eficiente.

Os tipos de energia elétrica por hibridização mais comuns são: Fotovoltaica + Eólica, Fotovoltaica + Hidráulica, Hidráulica + EólicaTermossolar + Biomassa. Essas soluções são aplicadas de acordo com a necessidade de cada usuário, que assim, consegue um aproveitamento ainda maior de recursos disponíveis para a geração de energia limpa e renovável. 

Esses sistemas são compostos, no caso da Fotovoltaica + Eólica, por módulos fotovoltaicos, turbina eólica pequena, tecnologia de controle elétrico e algumas baterias para os períodos de baixa geração de energia. Mas, uma instalação híbrida pode incluir, ou não, baterias de armazenamento e também, utilizar ou não a energia da concessionária e ser independente. Nesse caso, o sistema de energia precisa ser estruturado utilizando energia eólica e energia solar, para então suportar um sistema que não precisa da fonte de alimentação, fazendo com que toda eletricidade utilizada seja da fonte renovável.

As energias renováveis, ecológicas e inesgotáveis, são as principais apostas para que o mundo consiga atingir os objetivos estipulados no Acordo de Paris e nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Assim, revelam-se como fundamentais as instalações de geração híbrida, que utilizam duas fontes de energia renovável para garantir um fornecimento mais estável.

3.344 Responses

Deixe um comentário