Não é novidade que a demanda por energia solar está crescendo no Brasil. As placas fotovoltaicas vêm sendo adquiridas para residência, centros comerciais, propriedades rurais, clínicas, fábricas e os mais diversos estabelecimentos de todos os portes

De acordo com a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), esse tipo de geração de energia, desde 2012, já trouxe R$40 bilhões em investimentos e gerou mais de 240 mil empregos acumulados.

O segmento superou 8 gigawatts (GW) de potência operacional. Desse valor, 3,1 GW são de usinas solares, que estão presentes na Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, São Paulo e Tocantins. 

Ainda segundo a Absolar, há mais de 411 mil sistemas de energia solar on-grid (conectados à rede). Os estados com maior concentração do equipamento são Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso, Paraná e Rio Grande do Sul. 

A expectativa é que o setor cresça ainda mais. Nas crises econômicas anteriores, o mercado de energia solar teve um grande aumento e deu força para a recuperação do país. Com a crise atual não foi diferente. As vendas de painéis solares e investimentos foram altos e deixaram o setor mais forte. Conforme os dados da Absolar, os novos investimentos privados devem ultrapassar R$22,6 bilhões em 2021. 

 

Tags:

No responses yet

Deixe um comentário