Os recursos renováveis são elementos que atendem as necessidades dos seres vivos e estão disponíveis de forma inesgotável na natureza. A luz solar, a água, a força dos ventos, o calor proveniente do centro da Terra, o oxigênio, vegetais e a madeira são alguns exemplos desses suprimentos. 

Esses materiais são usados para diversos fins. A alimentação, indústria têxtil e farmacêutica, meios de transporte, agropecuária e geração de energia representam algumas dessas aplicações. Eles sempre estiveram presentes na humanidade e são produzidos e renovados constantemente, de forma que não correm o risco de não existirem mais, como é o caso do petróleo e minérios

Entretanto, a disponibilidade não é homogênea. Isso significa que nem todos estarão disponíveis em todas as partes do planeta e a quantidade não é a mesma. Por isso, cada região deve se atentar ao que tem por perto e fazer proveito disso. Nos países tropicais, por exemplo, há maior incidência solar que os localizados ao norte ou sul da Terra. 

Apesar de sempre estarem disponíveis, algumas aplicações são mais recentes e consequência de mudanças na sociedade ou no planeta. Durante séculos, a energia era majoritariamente produzida pela queima de carvão. Como esse recurso não é renovável, a humanidade passou a buscar outras formas de gerar energia, como a solar, biomassa, eólica e hidrelétrica. A preocupação com a preservação do meio ambiente também motivou a popularidade dessas energias renováveis pois, além de inesgotáveis, não poluem a natureza e mantêm o ecossistema em equilíbrio. 

Tags:

2.731 Responses

Deixe um comentário