Segundo um estudo feito pela Agência Internacional de Energia Renovável (IRENA), feito junto com um plano de recuperação sustentável pós-Covid, a estimativa é que, até 2030,  sejam gerados 29,5 milhões de empregos no setor de energia renovável no mundo. Desse valor, 39% serão do mercado de energia solar, cerca de 11,6 milhões de empregos. 

Na proposta da IRENA, foram elaboradas algumas medidas imediatas aos governos, para que o plano já seja colocado em prática. As solicitações foram que os países:

  • Revisem os prazos para projetos de energia renovável que enfrentam obrigações contratuais para entrega a curto prazo.
  • Designem o mercado de energia renovável e a infraestrutura relacionada como um setor crítico e essencial.
  • Ampliem políticas que promovam soluções de energia renovável, centralizadas e descentralizadas.

No Brasil, o aumento de empregos no mercado de energia sustentável já é uma realidade. Mesmo com a crise do coronavírus, foram criados 37 mil empregos no setor de energia fotovoltaica, um mercado que não para de crescer. 

O investimento nas energias renováveis apresenta amplos benefícios. Além de gerar empregos e recuperar a economia, também reduzirá a produção de lixo, desmatamento e poluição. Assim, o meio ambiente será protegido e as metas de combate ao aquecimento global também serão abrangidas. 

 

Tags:

7.191 Responses

Deixe um comentário