Com o objetivo de contribuir para o crescimento de energia limpa no Brasil, a geradora de energia Servtec e a gestora de recursos Perfin fundaram a Mercury Renew, uma empresa especializada em energia renovável.

O principal projeto será em Várzea de Palma (MG), que receberá um investimento de R$1,6 bilhão, será um parque de energia fotovoltaica, batizado de Hélio Valgas. A expectativa é que a obra comece ainda este ano e que esteja pronta para fornecer energia em janeiro de 2023. Essa construção abrirá cerca de 700 vagas de emprego. De acordo com Pedro Fiuza, CEO da Perfin, “nós conseguimos disponibilizar renda e diversas vagas de emprego para regiões muito pobres no país, dando chance à mão de obra local, que é treinada e qualificada para a atividade.”

Antes mesmo da inauguração, a fabricante de silício Liasa, em Pirapora (MG), fechou um contrato de 20 anos com mais de 85% da energia produzida pela usina. A produção será comercializada no mercado livre de energia. “O preço é a grande vantagem. Está em um patamar superior ao do ACR [ambiente de contratação regulado], onde dependemos de decisões políticas, e os bancos financiadores estão cada vez mais familiarizados com os contratos de longo prazo do mercado livre”, afirma Pedro Vaquer, presidente da Servtec.

Os estados de São Paulo e Pernambuco estão nos projetos da empresa. Cada um terá uma usina com potência de 270 mwp e 130 mwp, respectivamente. Ainda em Minas Gerais, serão construídas outras duas usinas, uma com 275 mwp e outra com 120 mwp

A Mercury prevê 1.6GW até 2024, majoritariamente de energia solar, e pretende ampliar seus negócios para a energia eólica. 

Categories:

No responses yet

Deixe um comentário