Um estudo feito pela empresa Energy Innovation aponta que, nos Estados Unidos, 72% das usinas a carvão têm mais custos para manter o funcionamento do que investir em energia solar e eólica. 

Em 2019, a própria Energy Innovation fez um estudo prevendo esse cenário, mas com a estimativa que isso aconteceria a partir de 2025. 

Além do custo elevado, as usinas a carvão têm um outro ponto negativo, que já é conhecido e debatido: a emissão de gases poluentes. Como as questões ambientais tornaram-se uma prioridade em muitos países, a tendência é que o carvão aumente o preço e seja menos usado. No ano passado, o Japão, Alemanha e Espanha anunciaram que as usinas a carvão seriam fechadas, e essa decisão provavelmente se repetirá em outros países nos próximos anos. 

Paralelamente à elevação dos preços do carvão, as energias renováveis passam por uma situação oposta, ficando cada vez mais baratas. A ampliação do mercado de energia limpa influencia diretamente na facilidade em adquirir esse tipo de energia. 

Tags:

2.291 Responses

Deixe um comentário