Há séculos os combustíveis fósseis são as principais fontes energéticas do mundo, mas a queima do carvão ou petróleo, por exemplo, libera gás carbônico (CO2) para a atmosfera, gás altamente poluente que contribui para o aquecimento global e são muito prejudiciais ao meio ambiente.

A descarbonização é uma alternativa sustentável aos combustíveis fósseis como fonte de energia, é a busca pela redução e, a longo prazo, da eliminação da emissão de gás carbônico. 

A transição energética para uma produção de energia mais sustentável não se resolve com o abandono simples e repentino das fontes fósseis. Em vez disso, o processo prevê uma eliminação gradual para garantir a estabilidade, resiliência e eficiência das redes.

A geração de energia através da força dos ventos é fundamental para a transição energética e a descarbonização da economia. De acordo com a Agência Francesa pela Transição Ecológica (Ademe), cada Kwh produzido por uma usina eólica evita a emissão de 500 a 600 g de CO2. Nesse processo, a energia eólica apresenta vantagens: é uma fonte de energia limpa, inesgotável, barata, renovável, atualmente considerada eficiente, madura, segura e de baixo impacto ambiental. 

No responses yet

Deixe um comentário